Plano de sustentabilidade do Instituto é tema de workshop do CAMPREV

17.07.2019

O Instituto de Previdência Social de Campinas (CAMPREV) promoveu na manhã desta quarta-feira, 17 de julho, um workshop para apresentar a situação atual do órgão e quais medidas estão sendo tomadas para a elaboração de um Plano de Sustentabilidade Previdenciária do município.

O encontro contou com representantes da Prefeitura, da Câmara, da Setec, da Fundação José Pedro de Oliveira, da Fumec, da Rede Mário Gatti e do próprio CAMPREV.

A reunião começou com uma apresentação do histórico do Instituto, desde a sua criação até o momento atual e como se deu o crescimento do déficit, que nos últimos anos passou de R$ 253 milhões em 2015 para R$ 506 milhões em 2018; para este ano, a previsão é que o déficit chegue a R$ 600 milhões.

Esta é uma primeira reunião de trabalho com profissionais que fazem a gestão de pessoas na Prefeitura, com quem cuida da questão previdenciária dentro de cada patrocinador do Camprev. Temos à frente um desafio muito grande, que é buscar a sustentabilidade do Instituto a curto, médio e longo prazo”, explicou o presidente do Camprev, Marionaldo Maciel.

O presidente lembrou, ainda, que por conta do debate da Reforma da Previdência, aumentou a procura por aposentadorias, o que deve aumentar o déficit. “Tínhamos uma média histórica de cerca de 120 aposentadorias por ano. Hoje, são cerca de 80 por mês. E essas aposentadorias são de beneficiários do Fundo Financeiro, que é deficitário desde sua criação”, completou.

A equipe da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), contratada para fazer o diagnóstico e apontar quais medidas podem ser adotadas pelo Camprev, também participou da reunião. Os técnicos da Fundação apresentaram um panorama geral sobre os regimes geral e próprios de previdência e as mudanças recentes na legislação previdenciária.

A partir de agora, terá início o trabalho de diagnóstico de qual a situação financeira do CAMPREV dentro de várias vertentes, entre elas a econômica, jurídica e atuarial.

Após a conclusão do diagnóstico, serão apontadas medidas a serem tomados pelo CAMPREV e pela Prefeitura para equacionar a questão do déficit e buscar o equilíbrio financeiro e atuarial do Instituto.